Encontro em Campina Grande discute previsões climáticas para o Nordeste

A UFCG, Universidade Federal de Campina Grande está sediando a VIII Reunião de Análise e Previsão Climática para o Nordeste do Brasil 2009, evento realizado juntamente com o I Fórum Paraibano sobre Mudanças Climáticas, numa iniciativa do Governo do Estado, por meio da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (AESA), apoio da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e acontece no Campus Campina Grande durante esta terça e quarta-feira(21 e 22) contando com participação de pesquisadores, estudantes, extensionistas, educadores dentre outros.

Comparecendo ao local, Stúdio Rural entrevistou o diretor do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Roberto Germano Costa, que ministrou a palestra “Ação do INSA no Combate à Desertificação” e falou sobre o trabalho que o INSA vem fazendo em parceria com enidades diversas. “A nossa participação foi mais no sentido de trazer às ações que o INSA está desenvolvendo voltadas para as temáticas das mudanças climáticas e do combate a desertificação, você lembra que no mês passado nós realizamos um grande simpósio aqui em Campina Grande em parceria com a Embrapa Semiárido envolvendo todos os parceiros que desenvolvem ações para o desenvolvimento da região, Embrapa, universidades, instituições de pesquisas do estado, enfim todas as instituições que têm um foco voltado para esta temática e neste evento foi retirado um encaminhamento de formar uma grande rede temática voltada para as mudanças climáticas e combate a desertificação, isso voltado com a preocupação que o Ministério do Meio Ambiente tem quando formou a comissão nacional de combate a desertificação que é nomeada pelo Governo Lula, uma comissão interministerial envolvendo dez ministérios e envolvendo dez instituições da sociedade civil organizada”, explica Germano ao contatar com Stúdio Rural, acrescentando que as organizações articuladas no INSA estarão atentas na busca de contribuir com as transformações sustentáveis na região semiárida brasileira.

Cybelle Frazão Costa Braga é diretora presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba(AESA), falou com a equipe Stúdio Rural sobre a importância do evento e sobre o papel exercido por aquela Agência na tentativa de encontrar alternativas viáveis de convivência em toda a região, comentou ser um evento com oportunidade para que os técnicos discutam e conheçam os trabalhos dessas diversas instituições que estão vindo apresentar na questão do semiárido paraibano, nordestino e avaliar toda a questão dos sistemas estabelecidos para a previsão meteorológica para o Nordeste brasileiro e garantiu que a AESA continuará organizando ações continuadas em parcerias com as entidades para que se estabeleçam ações á médio e longo prazo para as questões de mudanças climáticas no semiárido.

A reunião está contando com a presença de meteorologistas, pesquisadores e técnicos dos principais centros de monitoramento meteorológico do país, a exemplo do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto de Pesquisas Espaciais (Cptec/INPE), de Cachoeira Paulista (SP), do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), de Brasília e de São Paulo, e da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top