Entidades de Cabaceiras desempenham ações em razões de fortes inundações no Rio Taperoá

A cidade de Cabaceiras amanheceu inundada nesta quinta-feira, 20 de março, em razão das fortes chuvas registradas nas nascentes do Rio Taperoá fazendo com que em pontos do centro da cidade o transito ficasse inviável para veículos e pessoas, só sendo possível através de Jet ski e barcos.

Agora à noite Stúdio Rural conversou com o secretário da agricultura e meio ambiente do município, Carlos José Duarte Pereira, que informou sobre a situação naquela cidade caririzeira. “As águas causaram bastantes prejuízos, as estradas estão ruins, teve muita gente prejudica a exemplo de bares e casas que foram atingidas, as pessoas estão no ginásio de esportes oito famílias desabrigadas, as estradas estão em péssimas condições, mas a prefeitura desde a terça-feira de manhã está com dois tratores colocando pedras nos buracos para amenizar a situação e não ficar tanta erosão e voçorocas no meio das estradas”, justificou.

Carlos informou que mesmo diante da chegada das águas ainda deu tempo tirar parte dos móveis de residências em pontos críticos da cidade evitando situação de maiores proporções.

Um fato preocupante é que as chuvas registradas já superam o índice registrado em anos diversos, numa demonstração característica do Nordeste brasileiro em termo das irregularidades na distribuição natural dos recursos hídricos que geralmente não proporcionam benefícios a produção rural, fazendo água nos reservatórios, mas ao mesmo tempo causando prejuízos na cidade e no campo e impactos ambientais, especialmente com os solos que sofrem fortes erosões.

Pereira informou que todas as secretarias da prefeitura municipal de Cabaceiras, em parceria com a Defesa Civil, estão á disposição e em ação com equipamentos a exemplo de ações em saúde, assistência social, estrutura como carros, caminhões, tratores e máquinas, numa mobilização conjunta nas áreas atingidas com o intuito de oferecer toda assistência necessária.

Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top