Estagiária do Coletivo desenvolve pesquisa com plantas medicinais na agricultura do Cariri

Uma pesquisa sobre o uso das plantas medicinais na agricultura familiar na microrregião do Cariri está sendo desenvolvida pela técnica em agropecuária, Socorro Luciana de Araújo(foto), residente no município de Juazeirinho e componente do Coletivo Regional de Educação Solidária do Cariri, Seridó e Curimataú paraibano.

Ao contatar com Stúdio Rural ela disse que após concluir o curso no Colégio Agrícola Assis Chateaubriand, em Lagoa Seca, e após participar dos trabalhos de grupo no Coletivo passou a se interessar em catalogar as principais plantas utilizadas e como essas plantas são usadas por essas famílias de agricultores em forma de folhas, cascas, raízes, flores em forma de chás dentre outros. “Desde que terminei o curso uma colega minha já estava nesta dinâmica do Coletivo e eu tive a oportunidade de participar também, aí me inseri na comissão de sementes onde foi debatido e conversado e muitos falavam sobre as plantas medicinais que utilizavam, então surgiu a idéia de eu identificar quais eram as plantas mais utilizadas por eles, quais são as formas de propagação, qual a parte que eles mais utilizam para ir colocando num boletim, numa cartilha pra resgatar o saber dos agricultores que hoje em dia está se perdendo já que a gente vê que as plantas medicinais já não estão tão utilizadas como antigamente”, relata a pesquisadora.

Ela disse que o trabalho tem o apoio do PATAC e Coletivo e está sendo focado em quatro comunidades do município de Juazeirinho que são: Comunidade Mendonça, Queimadas, Sussuarana e Pedra D’agua onde está sendo feito um trabalho junto ás famílias que já fazem um trabalho na produção e uso das plantas desde épocas dos mais velhos. “Vai ser mais um fruto pra escola e eu acredito que é um trabalho vivo, não é um trabalho que vá ficar engavetado”, revela, dizendo que ter ido para para a escola agrícola ajudou identificar qual o curso superior a ser seguido“.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top