Queimadas sedia Marcha pela vida das mulheres e pela agroecologia

A cidade de Queimadas, Agreste paraibano, sediará nesta sexta-feira(18/03) a II Marcha pela Vida das Mulheres e pela Agroecologia, evento que contará com participação de 1500 mulheres, terá início às 09 horas da manhã com mobilização no centro daquela cidade e que é tido pelos organizadores como um momento singular para denunciar as desigualdades sociais e a violência contra a mulher e ao mesmo tempo marcará a luta por direitos e relações mais justas na agricultura familiar.

O tema foi evidenciado no Programa Universo Rural da Rádio Bonsucesso de Pombal AM 1180 kHz, nesta quarta-feira(16/03) e, segundo a assessora da AS-PTA, Adriana Galvão Freire, o evento é uma realização do Polo da Borborema e da AS-PTA e marca o encerramento de uma série de eventos municipais em que foi aprofundado o diagnóstico sobre as desigualdades e se debateu sobre a persistência histórica da cultura patriarcal. “Os eventos também foram momentos de renovação das estratégias de promoção da maior participação das mulheres e do fortalecimento de sua inserção como protagonistas de uma agricultura familiar sustentável com base na Agroecologia”, explica Freire ao dialogar com a equipe Universo Rural, complementando que o Polo da Borborema é um fórum de 15 municípios que se articulam em torno da construção de um projeto de desenvolvimento rural mais justo e condizente com a realidade local.

Aquela assessora informou que o ato terá início ao lado da Igreja Matriz com a apresentação da peça teatral A vida de Margarida dentre outras ações e encerrará com uma grande feira de exposição de produtos frutos do trabalho das mulheres, tais como mudas, sementes, artesanatos, hortaliças, frutas, bolos dentre outras. “A idéia é problematizar as relações desiguais entre homens e mulheres para então sair em marcha chamando a atenção da sociedade para os problemas enfrentados pelas agricultoras, que ao mesmo tempo reafirmarão suas capacidades de luta, resistência e, principalmente, inovação nas esferas produtiva, organizacional e política, explica.

PROGRAMAÇÃO
Horário
Atividades
9h
Abertura
– Acolhida das caravanas
9h10
Música
9h15
Teatro A vida da Margarida
– Apresentação da peça de teatro, problematizando as relações de desigualdade entre homens e mulheres
9h45
Falas da plenária:
– O que acharam da vida de dona Margarida?
10h
Preparação para a marcha:
– Fala política conclamando as agricultoras para a caminhada
10h15
Marcha pela Vida das mulheres e pela Agroecologia
11h
Feira Um jardim de Margaridas
– Realização de uma feira com exposição de produtos frutos do trabalho da mulher (mudas, remédios, artesanatos, hortaliças, frutas, bolos etc.) e também com exposição de experiências (boletins, banners, cenário arredor de casa, fogão ecológico etc.)
11h40
Encerramento
– Mística de encerramento
12:30
Almoço
Lançamento do vídeo da ASA Brasil

Fonte : Stúdio Rural / Programa Universo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top