Stúdio Rural acompanha festa da agricultura familiar em Alcantil

Durante os dias 07 e 08 deste mês a cidade de Alcantil realizou a festa da agricultura familiar reunindo experiências de famílias agricultoras de diversas cidades do Cariri Oriental e Agreste da Paraíba.

style=COLOR: black>Para a agricultora e componente style=FONT-SIZE: 10pt>do Coletivo da Agricultura Familiar do Cariri Oriental(Casaco), Maria do Socorro Silva de Sales, o evento atingiu sua meta já que reunião famílias agricultoras de municípios diversos mesmo com as dificuldades enfrentadas em razão de muita lama nas estradas de terra de diversas localidade. “A cada dia essa consciência desses agricultores vem crescendo e eles vêm cada vez mais participando e assumindo pra si esse compromisso de continuar multiplicando, de continuar sendo agricultor familiar e puder está a cada dia se organizando com o outro, esse é o ponto alto, a gente puder ter essa clareza de que hoje essa organização e essa consciência dos agricultores está mais pé no chão”.

style=FONT-SIZE: 10pt>Antonio Junio da Silva é articulador estadual dos territórios de desenvolvimento, participou do evento e falou com Stúdio Rural sobre a importância do evento para a expansão das experiências e garante que o Governo Federal faz parte dessas experiências já que apóia ações diversas por dentro de todas as discussões territoriais. “Compreender desenvolvimento territorial é compreender todas essas dimensões, esses momentos de celebração onde os agricultores e agricultoras comemoram o dia do agricultor, as sementes e acho que é muito importante porque trabalhar o desenvolvimento é trabalhar essa questão de sustentabilidade da cultura e da interação dos costumes das pessoas e nós não poderíamos enquanto secretaria de desenvolvimento territorial que trabalha a política a partir da identidade das pessoas não podíamos de forma nenhuma desconsiderar esses momentos tão importantes”.

style=FONT-SIZE: 10pt>Josivânio da Silva Felipe é agricultor residente na comunidade Mororó de Barra de Santana e presidente da Associação dos agricultores daquele município e disse ser um importante momento para que todos os movimentos dos municípios diversos integrados a ASA possam se organizar cada vez melhor baseados nas políticas e ações estruturantes desenvolvidas no território capazes de provocar mudanças positivas na qualidade de vida das famílias agricultoras organizadas. “O que mais me chamou a atenção é o interesse em que se tem para ajudar as pessoas, porque aonde existe união, organização e interesse para todos há uma grande satisfação, uma grande vantagem para todos nós em queremos ajudar pessoas”.

style=FONT-SIZE: 10pt>O delegado do MDA no Estado da Paraíba, Marenilson Batista da Silva, também participou do evento e disse ser uma grande satisfação acompanhar mais uma ação das entidades agricultoras componentes do Casaco, Folia e PATAC que discutem o processo de resistência da agricultura tomando como referência de discussão a questão da água, da semente e a estruturação integrada da pequena propriedade familiar e garante que a agricultura vive um novo momento de relação com as políticas públicas federais. “Nós entendemos que a construção de políticas públicas passam necessariamente por essa participação efetiva da sociedade civil, não dá pra gente está dialogando sobre políticas públicas se não tem uma participação efetiva da sociedade civil, por isso é que esses momentos são momento em que os agricultores se reúnem para discutir políticas públicas, pra fazer uma análise da caminhada e também pra fazer a celebração da colheita 2009, por isso que nós entendemos que a presença do governo federal, a presença do governo Lula, neste momento representada pela coordenação estadual da Paraíba é extremamente importante porque aí junta as políticas públicas e territórios, junta apoio das políticas de crédito, do Pronaf, do Programa Um Milhão de Cisternas e todas as políticas públicas que realmente atende ao nosso povo”. 

style=FONT-SIZE: 10pt>Maria Célia Araújo é componente do Casaco, trabalha no processo de mobilização da região do Cariri Oriental junto ao PATAC e Coletivo e ao falar com Stúdio rural falou sobre o trabalho que foi feito para mobilizar as experiência que estiveram reunidas durante dois dias em Alcantil. “Elas começam a se sentir parte do processo de construção e provisão disso aí e começam a refletir como elas estão envolvidas dentro do projeto para o desenvolvimento desse país, então o papel delas de mudanças, de construção de alternativas nos deixa muito feliz depois de todo esse processo de formação e celebração”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top