Técnicas de beneficiamento do Umbu é tema evidenciado no Domingo Rural

Como forma de contribuir com o desenvolvimento da região e estimular a prática das famílias de agricultores para com o beneficiamento da cultura do umbu, Domingo Rural trabalhou informações sobre como proceder para beneficiar o produto, aproveitando a safra para agregar valor ao produzido, guardando a produção para a alimentação da família na entressafra e o excedente vender no mercado consumidor local. style=mso-spacerun: yes>  “Colocar os umbus numa panela com água, adicionar água sanitária numa proporção que quando colocado a mão fique lisa por entre os dedos, deixando os umbus por uns 10 minutos; colocar os umbus numa panela com nova água e levar ao fogo, deixando-os por um período suficiente para um cozimento; retirar o produto e colocar na peneira separando-o da água do cozimento; em seguida passar na peneira separando a poupa dos caroços e, desta forma, está preparado a poupa para ser conservada em potes ou mesmo para o preparo dos variados tipos de doces”, explicou Tavares aos ouvintes da Rádio Serrana de Araruna AM 590 kHz, Rádio Cultura de São José do Egito-PE e Rádio Independente FM 107,7 MHZ de Serra Branca.

style=FONT-FAMILY: Roman?,?serif? New ?Times>Para conservar a poupa do umbu, lembrou o agrotécnico comunicador rural, é necessário colocar os potes plásticos em água misturada com água sanitária para o processo de limpeza dos recipientes, colocar a poupa nos potes já esterilizados, tampar e colocar em locais frescos e arejados.

style=FONT-FAMILY: Roman?,?serif? New ?Times>Tavares falou também sobre as técnicas para desenvolver o doce do umbu, explicando que é necessário levar a poupa ao fogo numa proporção de duas partes de poupa style=mso-spacerun: yes>  por uma parte de açúcar, deixar no fogo até o ponto de cozimento de corte ou de calda e em seguida colocar nos potes de conservação, lembrando que a tecnologia permite conservar por um período acima de um ano. “O segredo da conservação dos produtos do umbu está relacionado ao processo de limpeza dos recipientes, que geralmente são embalagens plásticas que devem passar por um processo de limpeza rigoroso”, disse, acrescentando que é essencial colocar as embalagens em água misturada com água sanitária numa proporção que quando colocado a mão na água fique relativamente lisa por entre os dedos.

style=FONT-FAMILY: Roman?,?serif? New ?Times>Ao contatar com os ouvintes do Domingo Rural em Rede, Tavares lembrou que para a fabricação do suco do umbu é necessário a utilização de uma suqueira especial, geralmente utilizada na extração do suco de outras frutíferas e que a máquina pode ser encontrada em algumas entidades de agricultores familiares a exemplo da AS-PTA prometendo tratar o assunto com no próximo Programa.

A suqueira, lembrou, é composta de três partes( semelhantes a uma cuscuzeira). Na parte de baixo coloca-se a água, na segunda parte(do meio) deixa-se vazia e na terceira(parte de cima) coloca-se os umbus. Leva-se ao fogo e deixa-se por um tempo suficiente para o cozimento dos frutos e em seguida transfere-se o suco quente obtido dos frutos para as garrafas que devem já estão esterilizadas, tampando-as e coloca-as de gargalo para baixo objetivando complementar a esterilização das tampinhas. Após a retirada do suco encontrado na segunda parte da suqueira, pega-se o material restante contido na parte de cima da suqueira e coloca-se na peneira para separar o poupa dos caroços, devendo a poupa ser guardada em embalagens ou ser transformada em doces.

style=FONT-FAMILY: Roman?,?serif? New ?Times>Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top