Tecnologia da Fundação Banco do Brasil contempla escolas municipais na Paraíba com horta agroecológica

Campina Grande, na Paraíba, será a primeira cidade do Brasil a implementar o programa Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (Pais) em escolas municipais de ensino fundamental. O lançamento da iniciativa será nesta segunda-feira (2), às 17h, na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) do município.

A informação é da assessoria de comunicação daquela instituição, justificando que a tecnologia, desenvolvida pela Fundação Banco do Brasil em comunidades de baixa renda, permite o cultivo de hortaliças orgânicas numa ação conjunta com os institutos Camargo Corrêa e Alpargatas, acrescentando que será levado, inicialmente, para 30 escolas municipais de Campina Grande. “A expectativa é atender, até 2010, outras 210 escolas públicas das zonas rural e urbana dos municípios de Alagoa Nova, Araruna, Guarabira, Ingá, Mogeiro e Serra Redonda”, relata, afirmando que para o presidente da Fundação Banco do Brasil, Jacques Pena, esse é um processo pioneiro que começa a ser construído em Campina Grande e que vai contribuir para formular uma metodologia adequada às especificidades dos estudantes.

Aquela assessoria informou que as 30 escolas participam do Programa Escola Ideal, que os Institutos Camargo Corrêa e Alpargatas desenvolvem na Paraíba. “Lançado no ano passado, o programa tem como proposta melhorar a gestão das escolas públicas dos municípios envolvidos”, afirma esclarecendo que em todo o país, a Fundação Banco do Brasil já reaplicou a tecnologia social em 42 municípios de 14 estados (ES, BA, GO, MG, PB, PI, RN, SE, AL, CE, MS, PE, RO, RJ), com investimentos sociais de R$ 12,2 milhões. São 2.774 unidades construídas em terras de agricultores familiares, em áreas indígenas e quilombolas, atendendo cerca de 10 mil famílias.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top