21ª Festa do Bode de Mossoró movimenta economia regional e é destaque no Domingo Rural

De 15 a 18 deste mês a cidade de Mossoró realizou sua 21ª Festa do Bode em evento que contou com participação de criadores da caprinocultura e ovinocultura de da região além de participação de empreendedores de regiões e estados diversos. “A nossa região é forte na ovinocaprinocultura, mas tivemos forte participação do Ceará que nos prestigiou com os expositores de lá trazendo os caprinos e ovinos”, explica o vice-presidente da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos de Mossoró e Região, Alexandre Medeiros Filgueira, acrescentando que a criação vem num processo de soerguimento já que a seca de 2012 a 2017 devastou e diminuiu acentuadamente os criatórios.

Informações da Secretaria de Agricultura do governo do Rio Grande do Norte dão conta de que foram mais de 1.200 animais expostos com comercialização em leilão, afora o intercâmbio entre os pequenos, médios e grandes produtores, que também incrementou os números, além de aquecer a procura em hotéis, pousadas, comércio ambulante, bares e restaurantes com significativo faturamento.

Alexandre Filgueira falou da importância da pecuária para o desenvolvimento da economia regional, falou das crises e dificuldades enfrentadas pela agropecuária e protestou contra o governo do estado que, segundo ele, não tem estabelecido políticas públicas governamentais que fortaleçam o segmento. “Em nosso trabalho com carne ovina e caprina, leite e derivados a gente não está tendo participação de governo, nosso governo aqui está deixando muito a desejar. Infelizmente nós tínhamos o programa da compra direta do leite de cabra para o governo e eles deixaram de nos comprar e praticamente não temos mais esse convênio com o governo, então a gente está muito desassistido aqui no Rio Grande do Norte em termo da ovinocaprinocultura principalmente o leite que é uma das fontes de renda que o pequeno produtor que produz um litro de leite tem para o seu sustento e que não tem pra onde vender porque infelizmente o governo não está fazendo nenhum tipo de esforço pra nos ajudar no momento”, explica Medeiros Filgueira pedindo que nossa comunicação faça chegar mais longe essas injustiçadas de governo. “Até falando aqui em primeira mão com vocês a gente da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos de Mossoró e Região faz o apelo para que uma entrevista dessa chegue até eles para que eles tenham conhecimento e busquem procurar de saber perto o que está acontecendo na zona rural de Mossoró e região e que eles não estão dando a atenção, na verdade estamos muito esquecidos pelos órgãos públicos”, explica ao contatar com a Agreste e Trairi dentre outras regiões do RN através dos sinais da Rádio Serrana de Araruna AM 590 kHz.             

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo