Agricultores do Araripe pernambucano receberão assistência técnica no cultivo da mandioca

Agricultores do Sertão do Araripe receberão assistência técnica da Secretaria de Agricultura e Reforma agrária (SARA) para melhorar a qualidade e quantidade no plantio da mandioca.

A informação foi repassa pela assessora de comunicação da SARA, Jaqueline Macedo, justificando as propostas de ações serão apresentadas em Araripina, próximo dia 13, durante o Fórum da Mandiocultura daquele Estado e que de acordo com o gerente Geral da SARA, Gutenberg Granjeiro, o aporte técnico vai aumentar a produtividade da mandioca na Região, possibilitando variedade de manejo da produção, correção do solo, melhoramento e sistematização do sistema de plantio, elevando à qualidade da produção local. “Granjeiro e o secretário executivo da Secretaria, Marcelo Sá, também vão conhecer as instalações da Indústria Maxx Amidos – fábrica de fécula de mandioca -, instalada no povoado de Moraes, distrito de Araripina”, relata Macedo, acrescentando que a fábrica tem capacidade de industrializar 200 toneladas de mandioca por dia.

Macedo informou que segundo Granjeiro, o volume de fécula produzido pela indústria no período de um ano, vai beneficiar cerca de 1,5 mil produtores de mandioca das cidades de Araripina, Trindade e Ipubi e que os aqueles agricultores poderão tornar-se fornecedores da indústria. “O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Sebrae, associações rurais; sindicatos de trabalhadores; prefeituras e empresas privadas também participam do encontro”, finaliza Jaqueline.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top