Agricultura familiar faz isolamento social associado a produção e entrega de alimentos na região do Brejo paraibano

A agricultura familiar da região da região Brejo paraibano vem desenvolvendo seus sistemas de produção agrícola em sintonia com as medidas impostas pelas autoridades para o processo de combate a contaminação e ou difusão do novo coronavírus que vem causando danos e preocupações em todo o planeta.

As famílias agricultoras, orientadas por assessorias técnicas das empresas de assistência, secretaria de agricultura de cada município, entidades sindicais e associações da categoria vêm sendo estimuladas a adotarem todas as práticas de higienização pessoal associadas ao fato de não receberem qualquer forma de visitações em suas residências e unidades produtivas além de colocar em prática as formas de produção e o processo de comercialização dentro das dinâmicas anunciadas pelos órgãos governamentais.  

Severino Ramos do Nascimento é secretário do Desenvolvimento Econômico e Agrário do município de Mari, na região de Guarabira, dialogou com Stúdio Rural explicando detalhes da temporada de quarentena dentro das dinâmicas de produção e produtividade da agricultura familiar do município e região. “Aqui a secretaria está fechada até a segunda ordem, os nossos técnicos estão liberados, eles podem ir para o campo, inclusive estão construindo apriscos dentro do Projeto Propriedade Produtiva para aqueles que já criam e querem aumentar o plantel de ovinos e de caprinos, como estratégia não tem mais reuniões, a conversa é individual por agricultor, o trabalho por mutirão não dá mais pra fazer”, explica dizendo que há uma certa redução nos trabalhos, mas as ações da agricultura familiar continuam de forma sintonizada com as orientações das organizações governamentais e de saúde.   

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top