Cooperativa agropecuária proporciona venda de produção leiteira de pecuarista em Caturité

Vender uma produção que ultrapassa 2 mil litros de leite diariamente não seria possível se não fosse a Coapecal, Cooperativa Agropecuária do Cariri paraibano, empresa responsável pelos Produtos Cariri, com sede na cidade de Cautrité, Cariri paraibano.

style=FONT-FAMILY: Roman?,?serif? New ?Times>A afirmativa é do pecuarista e sócio fundador da cooperativa, proprietário da Fazenda Bodopitá, Antônio Dimas Duarte, que ao conceder entrevista a equipe Stúdio Rural fala sobre a importância do sistema de produção estimulado pela existência da cooperativa, justificando que existe duas fazes distintas para a pecuária da região: o antes e o depois á existência da organização cooperada já que antes ele e os diversos produtores de leite da região tinham dificuldades em vender a produção leiteira e ao mesmo tempo sentiam-se desestimulados em investir na ampliação produtiva. “A gente tinha muita dificuldade na nossa comercialização no produto nosso que é o leite, talvez o leite seja a moeda forte desse Cariri, então a gente tinha uma dificuldade muito grande de comercialização do nosso leite, então após a vinda da Cooperativa isso aí nos deu mais tranqüilidade, mais estabilidade e a gente pôde acreditar no agronegócio do leite e daí a gente começou a crescer”, argumenta Dimas, acrescentando que se for feito uma análise do que era no passado e do que é atualmente existe uma diferença muito grande na qualidade de vida dos pecuaristas, na capacidade empreendedora dos criadores e da economia do município de Caturité e municípios vizinhos.

style=FONT-FAMILY: Roman?,?serif? New ?Times>Dimas vende diariamente acima de 2 mil litros de leite e diz que a Cooperativa parte de uma necessidade dos próprios criadores que tendo dificuldades, ha dez anos passados criaram a cooperativa como forma de levar seus produtos até o mercado das grandes e pequenas cidades além de programas sociais dos governos locais. “Quando nós começamos com uma dificuldade grande, fizemos N reuniões, e nós começamos com um grupo pequeno, mas no meio do caminho muitos abandonaram porque não acreditaram, existia uma dificuldade grande e a gente sempre achou e partia do princípio que a gente tinha que ter um produto de boa qualidade. E é tanto que hoje nós estamos 100% quase adequados as exigências da Normativa 51, então a gente hoje tem o nosso rebanho todo com sanidade, nosso leite é com uma qualidade fantástica, hoje talvez seja a única indústria onde a coleta do leite é feita á granel onde nós temos, acho que mais de 50 tanques de resfriamento distribuídos pelo cariri”, argumento o pecuarista, dizendo atender inclusive a uma exigência que começou e vigorou a partir de julho de 2007, mas que desde o ano de 2004 os cooperados já vinham fazendo um trabalho, não por exigência da Normativa, mas por uma exigência de ter boa qualidade de produtos em busca do mercado consumidor.

style=FONT-FAMILY: Roman?,?serif? New ?Times>Para Dimas o programa Leite da Paraíba também vem dando um suporte grande ao crescimento da Cooperativa que, em razão da qualidade de seus produtos e estrutura da instituição, tem feito com que a empresa tenha inserção no programa.

style=FONT-FAMILY: Roman?,?serif? New ?Times>Fonte : Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top