Esperança no Campo e Domingo Rural evidenciam audiência pública sobre erradicação do trabalho infantil em Queimadas

As discussões da 1ª Audiência Pública Municipal realizada na cidade de Queimadas foi tema em evidência no Programa Esperança no Campo e Domingo Rural da Rádio Queimadas FM e Rádio Serrana de Araruna.

Stúdio Rural entrevistou a componente do Comitê Ana Alice de Combate a Violência Contra a Mulher e vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Queimadas, Angineide Pereira de Macedo(foto), discorrendo sobre as discussões no evento que foi promovido pela Secretaria de Ação Social de Queimadas em parceira com o Ministério Público e que objetivou socializar e conscientizar os diversos segmentos sociais daquele município acerca da política de combate ao trabalho infantil. “Lá era o primeiro encontro com o PETI, tinha organização da Secretaria de Ação Social, a direção do PETI, algumas mães interessadas e era pra estarem mais presentes as lideranças do comércio do município e a preocupação estava muito com aquelas crianças que carregam aquelas carroças em dias de feiras, que estão ali trabalhando em serviços pesados, o que está se vendo pelo PETI, mas não deixamos também de mostrar a preocupação que temos também com os filhos de agricultores, porque a realidade está mais bem visível aqui na rua, no sítio a gente sabe que é mais difícil e precisamos fazer esse olhar porque a gente vê hoje jovens com 20 anos que ainda estão longe para a aposentadoria, mas que estão chegando no sindicato com problemas sérios de saúde, com dores nos ossos, nas pernas, outros com problemas sérios de coluna e aí essa atribuição a gente faz ao grande excesso de peso que carregam durante sua infância”, explica aquela liderança do segmento rural dizendo ter buscado espeço nas discussões para mostrar essa realidade que se associa as diversas formas de exploração da mão-de-obra infantil no município de Queimadas.
Durante os programas radiofônicos de Stúdio Rural, Angineide falou sobre a importância de que seja intensificado essa discussão no município de Queimadas e evidenciou a importância da presença no evento do promotor de justiça daquele município, Fernando Cordeiro Sátiro Júnior, e garante que a autoridade demostrou amplo interesse pela temática em evidência. “Com certeza, ele estava presente e estava bem focado no assunto demonstrando estar bem preocupado com a situação, com a realidade que a gente está vivendo, então é uma realidade que a gente não quer que continue acontecendo, que ninguém venha se aproveitar. Se tem dinheiro pra pagar vamos pagar a um adulto, vamos pagar a um pai de família que também precisa ganhar o seu dinheiro e pegar esse pai de família pra carregar essas cargas e não se aproveitar do trabalho dessas crianças”, explica aquela liderança ao dialogar com nosso público ouvinte.
Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top