Projeto do governo paraibano realiza Dia de Campo sobre barragens subterrâneas em Soledade

O Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase) promoveu no último dia 04, na comunidade Quixudi, em Soledade, o primeiro Dia de Campo sobre construção de barragens subterrâneas e instalação de tecnologias sociais para áreas demonstrativas de produção de alimentação animal.

Segundo o assessor de comunicação daquele projeto, Danilo Luna, a proposta da atividade é disponibilizar a estrutura da barragem subterrânea para captação e irrigação de forragem, sensibilizando agricultoras e agricultores familiares quanto à gestão da água, e a capacidade de replicar a técnica em outros locais. 
Ele explica que a construção das barragens é apenas uma etapa da implantação de cinco Unidades Demonstrativas (UD’s) de produção de forragem, espalhadas pelas cinco regiões de abrangência do Procase no Estado, servindo como alternativa produtiva a ser multiplicada pelos agricultores familiares do semiárido. 
Danilo explica que na opinião do gerente de Desenvolvimento Produtivo e Inserção de Mercado do Procase, Miguel David, a garantia do suporte hídrico é o primeiro passo para o desenvolvimento sustentável das comunidades localizadas no semiárido e que com a água, e a partir de tecnologias sociais replicáveis, será possível estabelecer unidades intensivas de produção de alimentação animal. “A atividade contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Soledade, que realizou a escavação do local onde será a barragem. Nos outros territórios de atuação do Procase, os dias de campo estão marcados para nesta sexta-feira (06) em Zabelê, Cuité (10), Pedra Lavrada (12), e Santa Luzia (13)”, explica Danilo Luna.
Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top