Caturité terá documentação da mulher trabalhadora rural no segundo semestre

A cidade de Caturité, no Cariri Oriental paraibano, está contemplada para o Programa de Documentação da mulher agricultora do MDA. O anúncio foi feito no último dia 10 de fevereiro pelo delegado adjunto do MDA na Paraíba, Antônio Alves, quando em visita aos agricultores daquela cidade atendendo a um pedido do presidente do CMDRS, José Faustino Neto.

Antônio Alves disse que logo no final deste primeiro semestre, quando serão atendidos todos os compromissos de documentação da temporada, serão anunciadas as datas do semestre seguinte e o município de Caturité já tem assegurado o programa para o início do semestre vindouro conforme o próprio delegado adjunto do MDA, explicou aos ouvintes dos programas radiofônicos produzidos e apresentados por Stúdio Rural. “Nós temos o programa de documentação nacional das trabalhadoras e esse programa tem um comitê gestor estadual, a cada ano é feito a programação, nós já temos a programação de 2009 até o primeiro semestre, então neste primeiro semestre Alcantil, Barra de Santana e Caturité não entram, mas com certeza no segundo semestre nós levaremos a discussão para o comitê estadual e com certeza nós teremos o programa nessa região”.

O presidente do CMDRS, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável de Caturité, José Faustino Neto, disse avaliar como importante conquistas para as famílias agricultores daquele município já que ser camponês é está num segmento que enfrenta dificuldades marcadas pelos fenômenos naturais e também pela distância para o setor urbano. “Acho que a gente que representa a sociedade civil e que conhece a situação do nosso trabalhador rural, as dificuldades por que eles passam não devemos medir esforços para fazer reivindicações de coisas que venham beneficiar essa categoria e é por isso que a gente trabalha dessa forma”, argumenta Faustino.

O tesoureiro do STR de Caturité, Valdenildo Barbosa, fala sobre a importância do Programa de Documentação da Mulher trabalhadora e diz que o Sindicato estará presente para viabilizar o programa em todo o município fazendo com que o maior número de pessoas possa ter acesso ao conjunto dos documentos ofertados pelo programa. “Ótima conquista, eu acredito que esse é apenas parte de lutas que virão e com o interesse dos poderes públicos e iremos acompanhar e dar nosso apoio”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top