Comunidade indígena pernambucana recebe curso de apicultura

Técnicas para o incremento da cadeia produtiva da apicultura serão demonstradas até sexta-feira (13), a índios da Tribo Pankararus, no município de Jatobá, a 220 quilômetros do Recife, na Microrregião de Itaparica.

Segundo o assessor da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária (Sara), Robério Coutinho, a iniciativa é daquela secretaria, com o objetivo de incentivar o agronegócio do mel na Região tendo carga-horária de 40 horas onde os participantes irão aprender a manejar apiário, além de dominarem às técnicas de captura de abelhas, colheita do mel e comercialização do produto e lembrou que as colméias e material didático serão entregues aos participantes durante o curso.

Robério informou que, segundo o gerente Geral da Sara, Gutemberg Granjeiro, a capacitação atende à solicitação da própria comunidade indígena que busca uma alternativa econômica e para isso desejam aprender a lidar com as abelhas africanizadas. Ele acrescentou que a atividade tem potencial produtivo no Estado, podendo ser desenvolvida em pequenas e grandes propriedades e que o número de colméias deve estar em equilíbrio com as flores disponíveis num raio de 1500 metros a partir do apiário, o que corresponde a áreas de eficiência no trabalho das abelhas.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top