Embrapa Algodão promove seminário sobre sujeira e processamento da qualidade do algodão

A Embrapa Algodão realizará um seminário com o tema ‘o efeito da sujeira e processamento nas medidas de qualidade da fibra de algodão’ em evento que acontecerá na segunda-feira, 17 de fevereiro, no auditório Luiz Carlos de Medeiros, a partir das 15:00 horas.

Entrevistado por Stúdio Rural, Marenilson Batista explicou que o evento tem por objetivo apresentar os resultados da pesquisa de doutorado realizada no Texas Tech University, em Lubbock, Estados Unidos, numa apresentação do pesquisador João Paulo Saraiva. “Dentro da programação da Embrapa de capacitação interna de troca de conhecimentos entre os pesquisadores vai ter uma capacitação que vai mostrar resultados de uma tese de doutorado do pesquisador João Paulo que trata sobre qualidade de fibras, esse é um tema muito importante que o mundo todo busca cada vez mais fazer com que a fibra tenha qualidade e com isso tenhamos melhores produtos finais”, explica Batista em amplo diálogo.

Marenilson explicou que qualidade do algodão passa pelo processo de produção qualificado e sustentável, mas requer outros importantes requisitos para que tenha maior aceitação por parte do comprador dentro e fora do Brasil. “Hoje, cada vez mais, as máquinas mais modernas têm uma capacidade de detectar sujeiras e hoje o próprio consumidor exige produtos de qualidade, e para ter produto de qualidade começa exatamente na produção e, neste sentido, é que existe uma preocupação muito grande de produzir fibras com a máxima qualidade que possa atender diferentes mercados”, reafirma Marenilson.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Faça um comentário

Todos os campos obrigatórios são marcados como (requerida). Seu Endereço de e-mail não será publicado

Voltar para o topo