Grandes duplas de cantadores fazem I Festival de Repentistas de Cabaceiras

Quatro duplas de cantadores fizeram mais amplas as festividades do Bode Rei com a realização do I Festival de Repentistas da cidade de Cabaceiras, atividade que inova na qualidade cultural da Festa do Bode Rei que é um dos principais eventos de exposição e realização de encontros de discussão sobre a sustentabilidade da pecuária local.

O I Festival de repentistas de Cabaceiras aconteceu no último sábado(06/06) a partir das 17 horas, tendo como local a praça principal daquela cidade que durante o início da tarde e da noite registrou a participação das duplas Ivanildo Vila Nova e Raimundo Caetano; Rogério Meneses e Raulino Silva; Chico de Assis e Severino Feitosa; Antonio Lisboa e Edmilson Ferreira style=mso-spacerun: yes>  e teve como declamador o poeta Iponax Vila Nova.

Stúdio Rural conversou com o componente da comissão organizadora das festividades, Carlos José Duarte Pereira, que falou sobre a importância do papel de cada repentista, inovando na proposta cultural do evento, já que aquele município tem tradição na vivência da cultura da viola. “Esse é o sentido de nosso esforço nesta parceria com o governo Lula através do Ministério do Turismo trazendo o que existe de melhor na poesia, no verso e no repente. Estamos fortalecendo nossa cultura através das lutas dentro do Território de Desenvolvimento Rural do Cariri Oriental com um processo participativo nas ações do governo federal em parceria com os governos locais e aqui tivemos o que há de melhor na verdadeira cultura da poesia brasileira e percebemos que a sociedade sabe priorizar na busca pelo melhor já que desde o início até o final podemos constatar a presença de um volume extraordinário de pessoas de segmentos diversos da sociedade, inclusive de um público universitário que veio prestigiar o evento com ênfase para a qualidade da letra trabalhada pelos poetas repentistas”, justifica Duarte Pereira que é articulador do Território de Desenvolvimento.

Para o gerente de negócios da Embrapa transferência de Tecnologias, escritório de Campina Grande, Lenildo Dias de Morais, a Embrapa se constitui numa parceira do município e se sente honrada em fazer parte dos 11 anos das atividades festivas além das ações que são desenvolvidas na agricultura e pecuária daquele município, ações que são visíveis nas exposições feitas e falou que a inclusão do festival da viola só vem fortalecer a cultura do município. “A Embrapa está presente aqui apoiando o evento do Bode Rei, é um momento em que todas as tecnologias estão presentes nas diversas ações desenvolvidas”, comenta Dias ao informar que a utilização da viola já passa a ser parte na construção da cultura regional.

O prefeito Ricardo Ayres, ao falar com Stúdio Rural, disse da satisfação em ter a atividade na parceria entre os governos e garante que a viola só veio somar com o modelo festivo da cidade neste período em que o bode é rei naquela municipalidade. “Nós temos aí além do artesanato, além da culinária, além do forró pé de serra, agora os repentistas aqui em Cabaceiras trazendo um dos maiores nomes do repente nacional e isso nos deixa bastante felizes principalmente pela participação popular”.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Compartilhe se gostou

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top