Prata e região do Cariri paraibano vislumbram aumento na safra do algodão agroecológico

A produção do algodão orgânico em sistemas agroalimentares no município da Prata e municípios da região do Cariri Ocidental paraibano aponta para um quantitativo elevado em quilos do produto, número de famílias e área a ser trabalhada nas próximas safras tomando como referência os possíveis resultados alcançados nesta safra 2020.

Entrevistada no Programa Domingo Rural, a agricultora familiar e mobilizadora social no Assentamento Zé Marcolino, na Prata, Adeilza Procópio da Silva, informou que a atual safra está ampliada em número de famílias produzindo, em área plantada e maior envolvimento de municípios da região trabalhando a cultura do algodão na diversidade da agricultura familiar agroecológica e garante que na Prata o número já é animador. “Temos aproximadamente 40 a 45 agricultores, a maioria deles com 1,5 hectare a 2 hectares, a gente tem mais ou menos uns 90 hectares”, explica Adeilza evidenciando a importância da agregação do produto enquanto cultura de renda complementar e garante que a nova prática já está implementada em toda a região. “Hoje temos em torno de 150 a 160 famílias”, explica se referindo aos municípios da região.  

Adeilza falou sobre as ações de acompanhamento preventivo por parte das entidades parceiras que mantenham o controle dos insetos e para que esses não se transformem em praga e justificou que o algodão proporciona possibilidades das famílias armazenarem o milho, a fava e o feijão para a segurança alimentar no decorrer do ano. “O povo está acreditando mais no projeto do algodão agroecológico e, com certeza, as associações envolvidas no projeto têm sido procuradas explicando aos agricultores como é o processo e os agricultores aos poucos se adequando ao processo e, com certeza, nesses dois anos vindouros a gente vai ter muita demanda e, se Deus quiser, muitos agricultores plantando algodão e tendo sua renda extra”, explica.

Fonte: Stúdio Rural / Programa Domingo Rural

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos marcados como (obrigatório) devem ser preenchidos.

Newsletter

Através da nossa newsletter você ficar informado, o informativo do estudo rural já conta com mais de 20 mil inscritos, faça parte você também.

Back to Top